WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
grupo exa

localizacao

max

ascoob

via juridica

silvana morais

agen

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set   nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
blog antigo

:: 30/out/2017 . 9:18

ITIÚBA: SECRETARIA DE SAÚDE ENTREGA KIT DE TRABALHO AOS AGENTES DE ENDEMIAS

23130569_541051182904693_140881301158903398_n

Aconteceu na última quarta-feira, dia 25 de outubro, a entrega do kit de trabalho dos agentes de endemias, esse profissional que atua nas ruas da nossa cidade prevenindo e ajudando a combater doenças que podem causar epidemia.
Estiveram presentes no ato de entrega a secretária municipal de saúde Reimi Yamazaki e o chefe de gabinete Abel Bispo.

ASCOM – PMI

Euclides da Cunha: Ação movida por vereador pode afastar prefeito

15665869_1285346551522376_7705337517739063969_n

Uma ação movida pelo vereador Valdemir Dias (PSD) pode trazer muita dor de cabeça ao prefeito Luciano Pinheiro (PDT) em Euclides da Cunha e até afastá-lo do cargo para que a Justiça possa apurar possíveis irregularidades na contratação de empresas para prestação de serviço de limpeza pública.

Tudo isso porque no dia 23 de outubro o vereador, que compõe a bancada de Oposição ao gestor na Câmara Municipal, protocolou na 2ª Vara da Comarca de Euclides da Cunha uma ação popular contra o prefeito por supostas irregularidades na contratação das empresas ASCOSEBA (Associação de Coleta Seletiva e Catadores de Materiais Recicláveis do Estado da Bahia) e EMBRATEC (Empresa Brasileira de Terraplanagem e Construções LTDA). Juntas, as duas estão responsáveis por dois contratos que chegam a mais de R$6,7 milhões para prestação de serviços na área de limpeza pública por um período de 12 meses, entre 2017 e 2018.

Foto reprodução/Resenha Local

Segundo o vereador autor da ação, a ASCOSEBA, que foi contratada pela prefeitura de Euclides da Cunha através de dispensa de licitação, “é uma empresa camuflada de Associação”, e informa no processo que já consta contra a mesma representação no Ministério Público Estadual por atuação suspeita no município de Amargosa e que a empresa EMBRATEC está sendo investigada pela Polícia Federal em contratos de ferrovia.

Para Valdemir, o que mais chama a atenção nos contratos é o valor global empregado quando comparado ao mesmo período do ano passado. Segundo ele, houve um aumento de mais de 70%. De fato, o valor contratado pela gestão anterior em 2016 para 12 meses com a empresa Concelta Construções, Limpeza e Transporte LTDA para prestar serviço similar foi de pouco mais que R$3,2 milhões. Este ano, o valor total foi de R$ 6.720.021,24.

Foto reprodução/Resenha Local

Com a denúncia formalizada, Luciano Pinheiro terá que explicar o valor. Nesta quinta-feira, 26 de outubro, a Justiça publicou no Diário Eletrônico prazo para o prefeito apresentar defesa. Na sequência, o processo será encaminhado para o Ministério Público.

Ainda segundo o vereador, o contrato celebrado com a ASCOSEBA prevê diversas ações que não estão sendo cumpridas, a exemplo da própria coleta seletiva que não está sendo realizada (parte dos materiais recicláveis estão sendo descartados no aterro municipal), e a não aplicação de recursos oriundos da coleta seletiva em ações sociais na cidade. “A lesão ao erário municipal é bem evidente e, dessa forma, a conduta do prefeito é dolosa”, defendeu o vereador na ação. (Fonte: Resenha Local)

*Tentamos entrar em contato com o prefeito Luciano Pinheiro para ouvir a versão do gestor, mas não conseguimos localizá-lo. O portal está à disposição do prefeito ou de sua assessoria para qualquer esclarecimento.

ITIÚBA: SECRETARIA DE EDUCAÇÃO REALIZA 3º ENCONTRO DOS DOCENTES DO PACTO

DSC00035-040

Aconteceu na última semana, mais Encontro Formativo para os educadores do município que atuam no PACTO.

DSC00236-022

Com a temática voltada para a contação de história, os professores elaboraram apresentações com música, fantoches, teatro e leitura.

BONFIM: Instituto Caminhada vence licitação e fará a gestão do Hospital Regional Dom Antonio Monteiro

hospital-regional-dom-antonio-monteiro

A prefeitura de Senhor do Bonfim, por meio da Comissão Permanente de Licitação (COPEL), realizou nesta quinta-feira (26), na sala de reuniões da prefeitura, processo licitatório através do ato Administrativo n° 2193/17, com a finalidade de contratação de empresa para fazer a gestão do Hospital Regional Dom Antônio Monteiro em Senhor do Bonfim.

Após a abertura dos envelopes contendo Proposta de Trabalho (envelope 02) e de Preços (envelope 03), o Instituto Caminhada apresentou o valor mensal de RS 552.160,75 (Quinhentos e cinqüenta e dois mil cento e sessenta reais e setenta e cinco centavos), totalizando o valor global de R$ 6.625.929,00( Seis Milhões, seiscentos e vinte e cinco mil, novecentos e vinte e nove reais) no período de um ano. Ao final do pregão, o Instituto Caminhada foi declarado vencedor do certame.

Após homologação do resultado por parte do Prefeito Carlos Brasileiro, a empresa vencedora será a responsável pela gestão, operacionalização, modernização e execução das ações de saúde em regime de 24 (vinte e quatro) horas/dia, sete dias por semana, que assegure assistência universal e gratuita à população no Hospital Municipal Don Antônio Monteiro.

Entre os presentes à sessão, estavam Josenice Pereira da Silva, Presidenta da Copel, Jucineide Souza Dias e Jovenildo Alves dos Santos, membros da Copel, Angeli Matos, Secretaria Municipal de Saúde, Cláudia Sueli Jambeiro Soares, Superintendente de Média e Alta Complexidade, da Secretaria Municipal de Saúde, Daianne Brandão de Aquino, Coordenadora de Enfermagem, da Secretaria Municipal de Saúde, Laércio Santana Dias, Presidente do Conselho Municipal de Saúde e Arlindo Nazareth Carvalho Santos Junior, representante do Instituto Caminhada.

Cleber Vieira

wa transportes

wa transportes

multi beer

ibt internet



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia