WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

dialab

otica elo

exa ambiental

elleve

localizacao>

maio 2022
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
blog antigo

:: 19/maio/2022 . 14:32

Moradores de Rômulo Campos reclamam de queima de lixo por parte da Prefeitura próximo as residências

Moradores do Distrito de Rômulo Campos fizeram denúncias nas redes sociais, na manhã desta quinta – feira, 19 de maio de 2022, sobre a queima de lixo próximo as residências na localidade.

Através de vídeos e fotos que circulam nas redes sociais é possível ver uma grande quantidade de fumaça.

Segundo relatos, nesse local, a Prefeitura joga o lixo referente a poda de arvores, porém quando o lixo acumula, tocam foco, o que gera muita fumaça, uma espécie de pó preto, além do cheiro forte do lixo orgânico.

“A queima de lixo além de gerar problemas respiratórios nos moradores, ou agravar a situação daqueles que já estão com sintomas gripais, ainda suja muito as casas, os moradores têm que ver a hora que podem lavar roupas que quando colocam pra secar o pó suja tudo novamente” relatou uma moradora.

Cidade em Notícias

Em um ano, Operação Ronda Maria da Penha realiza mais de 100 fiscalizações em Itiúba

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

A Operação Ronda Maria da Penha, da Polícia Militar, realizou no período de um ano 137 fiscalizações a mulheres com medida protetiva no município de Itiúba, região sisaleira da Bahia. A unidade, pertencente ao 6º Batalhão da Polícia Militar (BPM), sediado em Senhor do Bonfim, acolheu nesse período 25 vítimas de violência doméstica que residem no município.

De acordo com a comandante da Operação Ronda Maria da Penha, tenente Meire Alcântara, o acolhimento é considerado o primeiro contato.

“É o momento que conhecemos a vítima que tem medida protetiva e oferecemos o serviço da Ronda. Caso ela aceite, iniciamos as fiscalizações que são as visitas em dias e horários inesperados, justamente para saber se o agressor tem cumprido a medida”, explicou a oficial.

Ainda conforme Meire, após serem acolhidas, as mulheres são encaminhadas ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) onde recebem atendimento jurídico, psicológico, entre outros.

“Também acontece do próprio Creas falar do nosso trabalho para mulheres que não sabem como ter acesso aos serviços da Ronda”, explicou a tenente.

Detalhes na cor lilás aplicados na caracterização da viatura, no brasão do colete e no braçal ajudam a identificar o efetivo que atua na Operação Ronda Maria da Penha e que pode ser acionado pela população a qualquer momento. Casos de violência contra mulher também podem ser denunciados pelo Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança, por meio do número 181.

Notícias de Santaluz

flex contabil

otorrinos

i7 telecom

clinica viver

pro saude

santana advocacia

clinica vida



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia