WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

uninter

otica elo

exa ambiental

elleve

calcart shoes

localizacao>

novembro 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
blog antigo

:: ‘Destaques Geral’

Governo da Bahia publica decreto que exige vacinação de servidores e empregados públicos

O Governo da Bahia publica no Diário Oficial do Estado, nesta quarta-feira (17), um decreto que exige a vacinação contra a Covid-19 dos servidores públicos e empregados públicos estaduais.

De acordo com a decisão, a recusa da imunização contra Covid-19, sem justa causa, é passível de apuração de responsabilidade pelo não cumprimento de ordem superior.

O controle da imunização será feita através do Sistema de Recursos Humanos do Estado, o portal RH Bahia. Os servidores e empregados públicos deverão realizar uma autodeclaração online para comprovar a imunização, anexando ao sistema o cartão de vacinação.

A forma e o prazo de comprovação serão definidos pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb) e divulgados nos próximos dias.

Ainda segundo o governo, servidores e empregados que ainda não tiverem se vacinado serão notificados para que realizem imediatamente a imunização. Quem não cumprir a decisão pode sofrer afastamento de suas funções.

As empresas integrantes da administração indireta do Estado também deverão seguir as normas definidas pelo novo decreto estadual, que passa a vigorar a partir desta quarta (17), data de publicação.

Além disso, empresas privadas contratadas pelo Governo do Estado também deverão seguir as normas estabelecidas pelo novo decreto para os trabalhadores que atuam na estrutura da administração estadual.

O Governo do Estado diz que tem respaldo legal na lei federal que permite a imposição de medidas restritivas àqueles que recusem a vacinação.

G1

NIVER DO DANIBOY ANUNCIA MAIS UMA ATRAÇÃO

O aniversário do Daniboy promete agitar Itiúba no dia 15 de janeiro 2022. O evento que já é tradição, já tem duas atrações confirmadas Kevi Jonny e O Careca.

A realização é de Viracopos Produções e Bar Lagoa Azul.

Cidade em Notícias

Governo anuncia dose de reforço da vacina para todos os adultos e reduz intervalo

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (16) a redução do intervalo da dose de reforço da vacina contra Covid-19, passando de seis para cinco meses após o esquema vacinal completo. Além disso, a partir de agora, a dose adicional está liberada para qualquer pessoa com mais de 18 anos. “Graças às informações que temos dos estudos científicos, nós decidimos ampliar a dose de reforço para todos acima de 18 anos que tenham tomado a segunda dose há mais de cinco meses”, disse Marcelo Queiroga. Até então, a dose de reforço estava aprovada para os maiores de 60 anos, pessoas imunossuprimidas e profissionais de saúde. Queiroga explicou que o ministério não divulgará um calendário por faixa etária para tomar a dose adicional. “Acima de cinco meses da segunda dose, independentemente da idade, já se pode buscar a sala de imunização”, disse o ministro da Saúde.

Para a dose de reforço, o Ministério da Saúde orienta que a pessoa tome um imunizante diferente do usado no esquema vacinal. “É preferencial que a dose adicional seja com uma vacina diferente. No Brasil usamos a Pfizer, mas em um eventual desabastecimento pode ser usada outra plataforma”, explicou Queiroga. Pessoas que tomaram a vacina da Janssen, de dose única, irão tomar a segunda dose do mesmo imunizante primeiro, disse o ministro da Saúde.

Notícias de Santaluz

ÓBITO POR VARIANTE DELTA É REGISTRADO EM JACOBINA

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, informa que nesta terça-feira (16/11) recebeu a confirmação dos 03 primeiros casos da variante Delta em moradores de Jacobina, após sequenciamento genético realizado pelo LACEN.

Caso 1: homem, na faixa-etária dos 20 anos, sem histórico de viagem e comorbidades. Apresentou sintomas leves (perda de olfato, paladar, fraqueza) e evoluiu para cura. Possui registro de duas doses de vacina contra a COVID-19.

Caso 2: homem, na faixa-etária dos 50 anos, que possuía comorbidades, apresentou sintomas mais severos e faleceu após internamento em unidade de referência. Possuía histórico vacinal contra a COVID-19 incompleto (apenas 1ª dose).

Caso 3: homem, na faixa-etária dos 40 anos, sem histórico de viagem e comorbidades. Apresentou sintomas leves (fraqueza, tosse, perda de apetite) e evoluiu para cura. Não possui histórico de vacinação contra a COVID-19.

Diante disso, reforça-se a importância de manter as medidas de prevenção, tais como: uso de máscaras; higienização frequente das mãos; evitar aglomerações e completar esquema vacinal contra a COVID-19.

Ascom/PMJ

Conta de luz vai subir 21% em 2022 por causa de rombo da crise hídrica, prevê Aneel

O aumento no preço da conta de luz não dará trégua ao consumidor no ano que vem. O reajuste que documentos oficiais do governo e do próprio setor elétrico preveem é superior a 20% em 2022, uma alta que vai turbinar ainda mais a inflação e corroer a renda do cidadão.

O Estadão teve acesso a um documento interno da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) emitido na sexta-feira, 5, no qual o órgão regulador faz uma projeção sobre o impacto financeiro que a atual crise hídrica terá sobre a conta de luz em todo o País, devido às medidas que foram adotadas para garantir o abastecimento de energia. A conclusão é trágica.

“Nossas estimativas apontam para um cenário de impacto tarifário médio em 2022 da ordem de 21,04%”, diz o texto. Considerando dados da própria Aneel, o reajuste acumulado neste ano só para o consumidor residencial chega a 7,04%, ou seja, o aumento projetado para o ano que vem praticamente triplica a alta de 2021. Em 2020, o aumento médio foi de 3,25%.

Nos últimos meses, cada consumidor de energia tem bancado, mensalmente, o custo pesado das chamadas “bandeiras tarifárias”, uma taxa extra que é incluída na conta de luz para pagar o acionamento das usinas térmicas, que são bem mais caras que as hidrelétricas. Isso tem ocorrido por causa da falta de chuvas e do esvaziamento dos principais reservatórios do País.

Uma das principais razões de se fazer essa cobrança mensal do consumidor é evitar que essas contas fossem pagas depois, nos reajustes anuais, como acontecia antes. Ocorre que nem mesmo as bandeiras tarifárias têm conseguido cobrir o rombo atual.

Após analisar as projeções de geração de energia e os custos previstos – incluindo informações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) -, a área técnica da agência reguladora concluiu que, até abril de 2022, as “melhores estimativas” apontam para um rombo de RS 13 bilhões, “já descontada a previsão de arrecadação da receita da bandeira tarifária patamar escassez hídrica no período”, ou seja, o nível mais alto de cobrança da taxa extra.

O acionamento de tudo quanto é usina térmica no País não é o único fator que explica o rombo financeiro do setor elétrico e que terá de ser quitado pelo cidadão. Outra fatura estimada em mais R$ 9 bilhões que será paga pelo consumidor tem origem nas contratações “simplificadas” de energia feitas pelo governo no mês passado. Trata-se de uma “energia de reserva” que será entregue a partir de maio do ano que vem, para dar mais segurança e evitar o racionamento.

Os reajustes são puxados ainda pelo aumento de importação de energia, por meio de contratos firmados com Argentina e Uruguai. Como os reajustes de tarifas são feitos anualmente pela Aneel, após analisar os custos de cada distribuidora de energia do País, o porcentual de aumento varia de Estado para Estado.

O aumento do preço da energia, somado à alta dos combustíveis e do gás de cozinha, são os fatores que mais afetam a inflação no País e massacram a renda da população, porque seus impactos são disseminados em todo tipo de consumo, seja das famílias ou de empresas.

CORREIO 24 HORAS

VEREADORA VIVIA DE COVAS ACOMPANHA PACIENTES DE ITIÚBA EM MUTIRÃO DE CATARATA EM SENHOR DO BONFIM

A Vereadora Vivia de Covas acompanhou pacientes itiubenses no mutirão da catarata que aconteceu neste final de semana na cidade de Senhor do Bonfim.

A vereadora relatou que há quatro anos participa de mutirão como esses, porém há dois anos eles foram cancelados por conta da pandemia. Esse é o primeiro mutirão após o início da pandemia. Na ocasião esteve presente também o Vereador Jair de Filadélfia que está sempre presente nesses mutirões.

Ao todo foram atendidos em média 20 pessoas do município de ITIÚBA.

Cidade em Notícias

Clube Pioneiros do Advento, Shallon, Heróis da Resistência e Guerreiros do Monte realizam com sucesso desfile pelas ruas da cidade

Aconteceu no último sábado, 13 de novembro de 2021, um grande desfile cívico pelas principais ruas da cidade de Itiúba. Clube Pioneiros do advento, Shallon, Heróis da resistência e guerreiros do monte, reuniram – se no mesmo propósito.

Na ocasião também foi entregue o livro Esperança além da crise, tudo isso proporcionado pela Igreja Adventista do sétimo dia.

O desfile ocorreu antes da programação que aconteceu a noite (Encontro dos Evangélicos).

Cidade em Notícias

Colaboração Desbravadores

TARDEZINHA DO PISEIRO SERÁ REALIZADA NO PROXIMO DIA 15 NA FAZENDA FECHADO

 

A Tardezinha do Piseiro será realizada no Sitio do Léo, na Fazenda Fechado e contará com a carreta Os Britos e shows com Zenilton Brandão, Alex Bahia e Adailton Safadão.

Organização Kekeu Paredão.

ITIÚBA REGISTRA NOVA MORTE POR COVID – 19

A Prefeitura de Itiúba, divulgou na noite desta quinta – feira, 11 de novembro de 2021, mais 1 por Covid-19 no município. O boletim informa ainda que não há casos ativos no município.

Ao todo já são 44° óbitos por Coronavírus no Município.

Cidade em Notícias

 

COELBA É EMPRESA LIDER DE RECLAMAÇÕES NO PROCON

Cobranças indevidas e serviços não fornecidos são os pontos que colocam a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) como a empresa que mais motivou clientes a prestar queixa na Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor da Bahia (Procon), em 2021. São 1.060 registros que reivindicam a cobrança injusta e outros 102 que denunciam que a Coelba deixou de fornecer o principal: energia elétrica.

As queixas contra a empresa correspondem a um crescimento de 83%, de acordo com dados do Procon. As reclamações quase dobraram. As 903 feitas em 2020,  agora são 1.655 este ano, considerando o período entre janeiro e outubro. Segundo o Procon, qualquer tipo de queixa pode ser levada ao conhecimento do órgão, exceto processos  – estes são com a Justiça.

A Coelba, por sua vez, disse que manteve “o mesmo curso mesmo durante a pandemia e que tem contribuído gradativamente com a melhoria dos indicadores de qualidade do fornecimento de energia elétrica”.

CPI

A Coelba divulgou uma nota que tenta explicar informações divulgadas após a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) aprovar a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os preços cobrados pela companhia aos baianos.

Segundo a empresa, o lucro líquido nos noves primeiros meses deste ano foi de R$ 1,2 bilhões e não de R$ 10 bilhões em quatro meses como informou o deputado Tum (PSC), autor do pedido de abertura da CPI.

O deputado Tum (PSC) afirmou que há pouca transparência na composição dos preços cobrados aos baianos, além dos “prazos e custos nas solicitações de ligação, exigindo, sobretudo dos grandes consumidores, valores milionários para viabilizar o fornecimento de energia”.

A companhia também negou pressão para esvaziar a CPI. “A Neoenergia Coelba repudia qualquer insinuação de assédio, reforçando o compromisso com seus valores de honestidade e integridade. A empresa reafirma que, de forma legítima e transparente, em um debate construtivo, sempre envidará esforços junto a diversos setores da sociedade, no intuito exclusivo de melhorar os seus serviços e atender a expectativa dos clientes”, diz o documento.

Metrô 1

telecom

clinica viver

pro saude

santana advocacia

clinica vida



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia