WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

uninter

otica elo

exa ambiental

elleve

calcart shoes

localizacao>

setembro 2021
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
blog antigo

:: ‘Regional’

Morre o cantor Zezinho Corrêa, da banda Carrapicho, vítima de covid-19

Morreu neste sábado, 06  de fevereiro de 2021, o cantor Zezinho Corrêa, da banda Carrapicho, vítima da covid-19, em Manaus. Ele estava internado em um hospital havia mais de um mês. A morte foi divulgada nos perfis do cantor, de 69 anos, e do grupo no Instagram, em uma nota de falecimento. “A família Corrêa vem a público comunicar o falecimento do nosso amado cantor Zezinho Corrêa. Deus quis o levar para a morada eterna, e hoje ele nos deixou”, diz o texto.

A Banda Carrapicho chegou as paradas no ano de 1996, quando o produtor francês, Patrick Bruel, ouviu a música Tic, Tic, Tac e a lançou na França tornando – se um grande sucesso na Europa. No Brasil, a banda ficou famosa após participar do programa Domingo Legal apresentado por Gugu Liberato.

Veja

 

Sem previsão de carnaval em 2021, profissionais que atuam na festa relatam prejuízos e perda de postos de trabalho: ‘Catástrofe’

Com a pandemia de Covid-19 e sem previsão de carnaval em Salvador este ano, os profissionais que atuam na festa foram atingidos em cheio. Desde vendedores ambulantes – formais e informais – até os grandes camarotes, blocos e trios elétricos, o sentimento é o mesmo para todos em comum: frustração.

Os trios elétricos, utilizados para colorir e levar o som para a festa em tempos normais, hoje estão armazenados em galpões acumulando despesas e prejuízo financeiro.

A Associação Baiana de Trios Elétricos Independentes (ABTI) afirmou que tem cerca de 40 trios recolhidos desde o último carnaval, que encerrou em 25 de fevereiro de 2020. Somando aos outros trios utilizados na festa – cerca de 150 durante o período –, a estima de prejuízo da entidade é de cerca de R$ 45 milhões.

De acordo com o vice-presidente da ABTI, Ari Andrade, manter os veículos guardados só tende a aumentar o prejuízo. Além de não fornecer os trios para o carnaval e outras festas populares, há despesas com pessoal e manutenção periódica.

Além do dinheiro que deixa de circular com os trios parados, funcionários que atuam no entretenimento estão tendo que providenciar outras formas de renda.

Joaquim Nery Filho, representante da Associação Brasileira de Entretenimento no Conselho do Carnaval de Salvador, chamou atenção também para os camarotes, que segundo ele estão passando por um tempo “catastrófico”. Joaquim conta que quem mais sofre são os trabalhadores temporários, que não vão poder atuar na festa.

Sem o carnaval, vendedores ambulantes também relatam prejuízos. O fluxo de foliões nos tempos pré-pandemia era suficiente para fazer subir os lucros dos pequenos comerciantes de Salvador.

Fabrício Pereira tem 30 anos e desde os sete trabalha com a mãe no bairro do Tororó, região por onde passam os foliões que seguem para o Circuito Dodô (Barra-Ondina) e Circuito Osmar (Campo Grande).

Segundo ele, é mais cômodo pegar seu isopor e levar para vender na porta do circuito, pegando o público, como ele diz, “com o fígado limpo” e entrando na festa. Ele relata que no último carnaval investiu alto e conseguiu um bom faturamento. Mas este ano, no entanto, sem festa, o prejuízo foi grande de igual maneira.

Com o decreto proibindo aglomeração e o pequeno número de pessoas nas ruas, por causa da pandemia, ele relata ter perdido todo o material que tinha sobrando em casa.

Segundo informações da Empresa Salvador Turismo (Saltur), somente com patrocínios e ações, uma média de R$ 30 milhões são arrecadados anualmente para injeção no carnaval. Dinheiro que este ano também não entrará.

Portanto, de acordo com a Saltur, o foco tem sido para o carnaval de 2022, com a expectativa de que, até lá, toda a população esteja vacinada e as ruas de Salvador voltem a ficar coloridas como em tempos pré-pandemia.

G1

SANTALUZ REGISTRA SEU 19º ÓBITO POR COVID – 19

A Secretaria Municipal de Saúde de Santaluz, na região sisaleira da Bahia, confirmou os óbitos de uma auxiliar de enfermagem que estava internada em um hospital de Salvador e morreu nesta segunda-feira (25), e de outra mulher que faleceu no dia 18 de janeiro em uma unidade de saúde local, ambos por Covid-19. Com isso, o município chega a 19 mortes pela doença. A Secretaria Municipal de Saúde informou que está investigando outros dois óbitos. De acordo com o boletim desta segunda-feira, foram registrados também mais 29 casos de infecção pelo novo coronavírus e 23 curas clínicas. Com a atualização, Santaluz totaliza 1.545 casos de Covid-19, com 1.199 pacientes recuperados. Há ainda 327 casos ativos e 98 suspeitas em investigação.

Notícias de Santaluz

Tremor de terra é registrado em Jacobina

Um novo tremor de terra foi registrado na cidade de Jacobina, no norte da Bahia, na madrugada desta segunda-feira (25), pelo Laboratório Sismológico (LabSis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Segundo informações da TV Bahia, apesar do susto, a prefeitura informou que ninguém ficou ferido e não há imóveis danificados.

De acordo com o laboratório, outros dois tremores foram registrados em Jacobina há pouco mais de um mês, em 9 de dezembro. O primeiro teve 3,2 e o segundo 3,0 pontos de magnitude. O desta segunda foi de 2,6 pontos.

Bahia.BA

Itiúba tem decreto de emergência reconhecido pelo Estado

O município de Itiúba, teve sua situação de emergência reconhecida nesta terça-feira, 26 de janeiro de 2021, o Decreto homologado nº 011/2021, de 4 de janeiro de 2021, declarou situação de emergência pelo prazo de 180 dias, devido a estiagem que atinge o município.

Cidade em Notícias

Senhor do Bonfim confirma mais um óbito por Covid – 19

A Prefeitura de Senhor do Bonfim divulgou na noite desta sexta – feira, 22 de janeiro de 2021, o Boletim Epidemiológico que confirmou mais um óbito por COVID-19.

Esta já é a 36ª morte pelo Coronavírus no município.

Cidade em Notícias

Prefeitura de Filadélfia abre inscrições para contratação de profissionais de saúde

A Prefeitura de Filadélfia, publicou no diário Oficial do Município, na ultima sexta – feira, 22 de janeiro de 2021, o Edital 001/2021, informando sobre  o credenciamento para contratos temporários de profissionais de saúde. Os interessados devem entregar a documentação solicitada no referido edital, na sede da Secretaria de Saúde do Municipio dentro do prazo estabelecido.

As vagas são para categorias como: médicos, técnicos de enfermagem, assistente social etc.

LINK PARA EDITAL

POLICIAL: PM RECUPERAMAIS UMAMOTO ROUBADA EM CANSANÇÃO

Receptação de veículo

 DATA: 20/01/2021

▪ HORA: 13h15

▪ LOCAL: Centro

▪ CIDADE: Cansanção – BA

A Gu/RP da 4ª Cia/Cansanção, durante a realização de ronda pela cidade, abordou um indivíduo, condutor da motocicleta marca Honda, modelo CG 125 Titan KS, cor vermelha, que após consulta no MOP, constatou que o veículo tinha restrição de roubo/furto. Diante do fato, apresentou o condutor e o veículo na Depol, onde foi lavrado Auto de Prisão em Flagrante Delito.

■FONTE: ASCOM – 6º BPM

Deputado Daniel Almeida condena ataques com motivação religiosa

FOTO: RICHARD SILVA

A pandemia pelo novo Coronavírus mudou o cenário mundial através do isolamento social, uso da máscara e higienização das mãos. As restrições impostas para evitar o contágio pela covid-19 impactaram diretamente templos e cultos religiosos. Atividades em igrejas, terreiros e centros foram suspensas e atos religiosos foram celebrados pela internet. No entanto, a pandemia não impediu o aumento dos casos de intolerância religiosa no Brasil.

“A intolerância invadiu o ambiente virtual, onde já observamos os discursos de ódio cada vez mais crescente nas redes sociais. Os comportamentos preconceituosos em relação a práticas religiosas são totalmente rechaçados pela lei 11.635, que estabeleceu o 21 de janeiro como a data para visibilizar a luta pelo respeito a todas as denominações religiosas”, afirmou Daniel Almeida.

Foram inúmeros casos catalogados em 2020. O Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, situado em Salvador, registrou 32 casos, dentre eles: 24 de racismo, 29 de intolerância religiosa e dois correlatos. No Brasil, foram registradas 354 denúncias de discriminação religiosa até junho de 2019, segundo dados do Disque 100.

Em julho, o busto que homenageia Mãe Gilda, localizado em Salvador, foi vandalizado por um homem. Um terreiro de umbanda foi incendiado em plena luz do dia no Rio de Janeiro. Em dezembro, uma influenciadora digital sergipana foi convocada a prestar esclarecimento sobre um vídeo divulgado em sua rede associando a oferenda “macumba” como algo ruim.

A Lei 11.635, que institui o 21 de janeiro como Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, de autoria do deputado federal Daniel Almeida (PCdoB), surgiu em homenagem à Mãe Gilda, ialorixá do candomblé que sofreu um ataque cardíaco e morreu no dia 21 de janeiro de 2000, após sua foto ser capa da matéria sobre “macumbeiros charlatões”, do jornal Folha Universal da Igreja Universal do Reino de Deus.

O parlamentar estimula a busca pelo convívio pacífico entre as religiões. “Temos que nos despir do ódio e respeitar os direitos daqueles que querem manifestar qualquer diferentes opiniões. Não podemos permitir que usem o nome de Deus como justificar esses atos insanos de intolerância. Precisamos manter o espírito ecumênico e defender a liberdade tal qual a democracia estabelece”, concluiu Almeida.

Senhor do Bonfim confirma mais um óbito por Covid – 19

A Prefeitura de Senhor do Bonfim divulgou na noite desta quarta – feira, 20 de janeiro de 2021, o Boletim Epidemiológico que confirmou mais um óbito por COVID-19.

Esta já é a 35ª morte pelo Coronavírus no município.

Cidade em Notícias

telecom

clinica viver

pro saude

santana advocacia

clinica vida



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia